Polícia Militar de Dourados intercepta carga de quase 1 tonelada de maconha que seguiriam para o interior São Paulo

Droga que estava no carro foi apreendida pela PM

Rafael Serapião Silva, de 27 anos, morador na cidade de Sumaré, no interior de São Paulo, foi preso uma das equipes da Radio Patrulha do 3º BPM, na noite do último sábado(16), após ter sido flagrado transportando um grande volume de maconha na região de Indápolis.

Os policiais faziam o patrulhamento de rotina na MS 276 e deram ordem de parada a um veículo VW/UP, de cor branca, com placas aparentes de São José dos Pinhais, no Paraná, tendo o motorista empreendido fuga e posteriormente detido pelos policiais.

Durante checagem na documentação do veículo foi constatado que as placas originais seriam da cidade de Curitiba, capital do Paraná, e era produto de furto.Leia Mais

Jovem é encontrado morto com marcas de tiros no pescoço e no peito

O corpo de Wildemar Lima Mendes, de 18 anos, foi encontrado na manhã deste domingo (10) na área rural de Dourados – a 233 quilômetros de Campo Grande. Segundo a polícia, o rapaz foi assassinado a tiros e tinha ferimentos no pescoço e no peito.

Conforme apurado pela reportagem, Hildemar saiu de casa ontem para ajudar com a mudança de um conhecido e não retornou. Nesta manhã, ele foi encontrado nas margens de uma estrada vicinal da área rural de Dourados, próximo ao Bairro Jóquei Clube.

A Polícia Militar, Civil e a perícia estiveram no local e constataram que o rapaz foi morto com tiros no pescoço e no peito. O caso é investigado pela polícia. Campo Grande News

Adolescentes são suspeitos de estuprar menina de 13 anos

Adolescentes apreendidos foram encaminhados para a Unei (Foto: Osvaldo Duarte/ Dourados News)

A Polícia Civil apreendeu dois adolescentes de 16 anos suspeitos de estuprar uma menina de 13 anos. O caso aconteceu na madrugada desta sábado (9), no Jardim Esplanada, na região do Guaicurus, em Dourados – a 233 quilômetros de Campo Grande.

Conforme o jornal Dourados News, a vítima estava em uma festa, na companhia da mãe quando saiu para buscar uma amiga.

Devido a demora, a mãe da menina foi procurá-la e foi informada por populares que a garota estava desmaiada em uma casa da região.

Desesperada, a mãe levou a menina até o UPA (Unidade de Pronto Atendimento) e após ser atendida foi constatada a violência sexual pela equipe médica.

O Conselho Tutelar e a Polícia Civil foram chamados. Depois de levantamento pela região, investigadores apreenderam os adolescentes que foram encaminhados ao 1º Distrito Policial.

A dupla foi autuada em flagrante e transferida para a Unei (Unidade Educacional de Internação). Campo grande news

Polícia prende idoso que teria pagado R$ 15 por suposto estupro de adolescente

Avó desmente e diz que neta foi sequestrada

Um idoso de 69 anos foi preso na manhã desta sexta-feira (8) , suspeito de trancar uma menina de 12 anos em casa e tentar estuprá-la. Para a polícia, o homem disse que teria dado R$ 15 à avó da menina para ficar por um tempo com a garota. Já na versão da avó, a vítima teria sido sequestrada. O caso aconteceu no Jardim Tarumã, em Campo Grande.

Para a polícia, a avó contou que por volta das 21 horas a adolescente saiu de casa para ir ao mercado e teria sumido. Duas horas depois, ela disse que foi até a casa do autor e encontrou a neta trancada.

A mulher afirma que a menina contou que foi abordada pelo idoso quando voltava do mercado. Ele teria a puxado pelo braço e levado à força para casa. No local, o homem teria tentado tocar as partes íntimas da adolescente.

Preso em flagrante, o idoso relatou que pagou R$ 15 para a avó da vítima comprar cigarro, e que por esse valor, poderia ficar com a menina.

A polícia investiga o caso. G1

Após foto, jornalista é preso suspeito de ligação com PCC

Suspeito alega não conhecer as pessoas da foto, mas que são clientes de sua irmã

Um jornalista da fronteira com Mato Grosso do Sul, identificado como Sandro Saúl Sánchez, foi preso suspeito de ligação com o PCC (Primeiro Comando da Capital). Sem passagens pela polícia, o suspeito teria aparecido em uma fotografia com integrantes do grupo criminoso, que ele afirma não conhecer.

Conforme o ABC Collor, Sánchez foi preso em Villarrica, depois de tentar fugir da abordagem. O jornalista alegou que as pessoas da foto são clientes do consultório dentário de sua irmã. “Infelizmente, há alguns meses eu tive uma foto de mim mesmo com pessoas que não conheço em um complexo que minha mãe tem”, explicou.

Ele disse que, no momento da sua prisão, tentou correr, pois não sabia se que eram policiais. “Uma foto simples está arruinando minha vida. Deixei meus filhos abandonados no apartamento. Sou viúvo, eu sou pai e mãe “, disse ele.

Durante a prisão, o jornalista diz temer por sua vida depois de ter sido exposto como membro do PCC e em meio à guerra entre facções.

A polícia fez buscas na casa de Sandro Saúl Sánchez, mas não foi encontrada nenhuma evidência relevante que pudesse ligar o jornalista à facção criminosa.

Porém, o promotor Ulises Giménez, que liderou a operação, disse que a suspeita é de que o jornalista estaria envolvido na venda de um carro para membros da organização criminosa.

Sánchez será levado ao Ministério Público de Pedro Juan Caballero e o caso será investigado pelo procurador Armando Cantero. Midiamax

Caminhão roubado do Corpo de Bombeiros invade Esplanada dos Ministérios

Caminhão do Corpo de Bombeiros / Foto: Divulgação / PM-DF

Policiais militares foram mobilizados na madrugada deste domingo (3) para conter um caminhão do Corpo de Bombeiros que acessou a Esplanada dos Ministérios em alta velocidade. Segundo a Agência Brasil, o veículo foi roubado por volta da 1h30, do 8º Grupamento de Bombeiro Militar, em Ceilândia Norte, a cerca de 30 quilômetros do Eixo Monumental,  por um sargento da corporação que não teve o nome revelado. A motivação do furto não foi esclarecida.

A assessoria da Polícia Militar (PM) informou que viaturas da Patrulha Tático Móvel e da Ronda Tático Motorizada chegaram a disparar tiros para interromper o curso do caminhão, que, após rodar cerca de meia hora, chegava à Praça dos Três Poderes pela Via S1.

O sargento foi encaminhado ao quartel de origem, onde recebeu voz de prisão. De acordo com a PM, ninguém ficou ferido. Procurados, a Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal e o Corpo de Bombeiros não se manifestaram até a publicação desta matéria. Agência Brasil