Ministério da Saúde lança campanha com testes de antígeno que existe há seis meses em MS

Ministério da Saúde lança campanha com testes de antígeno que existe há seis meses em MS

O Governo Federal lançou nesta sexta-feira (17), o Plano Nacional de Expansão da Testagem para o Coronavírus, e Campo Grande foi escolhida para participar deste projeto com mais quatro cidades do país: Natal (RN), Rio de Janeiro (RJ), Porto Velho (RO) e Foz do Iguaçu (PR). Cada município receberá testes rápidos de antígeno para detecção da Covid-19, o resultado do exame fica pronto entre 15 e 20 minutos. Pioneiro, a iniciativa existe há seis meses em Mato Grosso do Sul e tem ajudado milhares de pacientes no diagnóstico precoce para o vírus SARS-CoV-2.

Para o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, o projeto do Ministério da Saúde somará às estratégias desenvolvidas por Mato Grosso do Sul no enfrentamento à Covid-19. “Nós já temos o nosso programa implantado desde março, quando compramos 160 mil testes de antígeno e distribuímos para todos os municípios. Assim, esses testes enviados pelo governo federal será um reforço às nossas ações, principalmente em Campo Grande”.

Segundo o Ministério da Saúde, a previsão é que cerca de 60 milhões de testes de antígeno, que mostram o diagnóstico com essa rapidez, sejam distribuídos para todo o Brasil em 2021. Só nesta semana, o Ministério da Saúde envia 2,4 milhões de testes para todos os 5.570 municípios do país, dos 26 estados e Distrito Federal, para garantir a expansão do diagnóstico da Covid-19 em todo território nacional. Nesta etapa, o critério de distribuição será populacional. Em seguida, também serão considerados os cenários epidemiológicos de cada localidade.

Como funciona?

O teste de antígeno funciona assim: a partir de uma amostra coletada pelo swab nasal ou nasofaríngeo, o exame detecta a presença de uma proteína do coronavírus, para mostrar se a pessoa está infectada e em uma fase com maior risco de transmissão. O teste é mais prático, pois não necessita de um laboratório para ser processado, é de fácil manipulação e pode ficar em temperatura até 30º C.

Com o resultado em 15 minutos, o teste de antígeno tem um grau de confiança elevado, graças a uma tecnologia avançada, que foi se aprimorando desde o começo da pandemia. É importante esclarecer que os testes RT-PCR continuam sendo usados como padrão ouro no Sistema Único de Saúde (SUS), ou seja, são necessários para garantir o diagnóstico.

Rodson Lima, SES – com informações do Ministério da Saúde

Foto: Divulgação

 

Cassilândia: Venha para o Hotel Paraíso dos Sonhos, o hotel da Área de Lazer

Hospedar no Hotel Paraíso dos Sonhos, em Cassilândia, significa ficar ao lado da maior área de lazer da cidade e ao mesmo tempo perto do centro comercial e de serviços.

Apartamento com ventilador a diária é de apenas R$ 50,00 e com ar condicionado só R$ 60,00.

Fica em frente a Área de Lazer (Parque Elza Vendrame) – Centro – Cassilândia -MS e contatos (67) 3596-2179 WhatsApp 99872-7580.

 

Carreta carregada de algodão tomba e carga pega fogo em rodovia MS-306 sentido Cassilândia

Carreta carregada de algodão tomba e carga pega fogo em rodovia MS-306 sentido Cassilândia

A vitima foi transportada para o Hospital Municipal de Chapadão do Sul

Na manhã desta sexta-feira(17) o Corpo de Bombeiros de Chapadão do Sul, foi informado que no KM 151 sentido Cassilândia.

Uma carreta carregada de fardos de algodão estava com focos de incêndio, a equipe de socorro chegou no local, e levou a vitima para o Hospital Municipal de Chapadão do Sul.

Para combater os focos de incêndio foram usados um caminhão e uma pá carregadeira isolando os demais fardos intactos.

FONTE: MS TODO DIA

Cassiplast é uma empresa especializada em forros de PVC de alta qualidade

Na hora da reforma ou construção, é importante passar na Cassiplast, uma empresa que tem tudo a oferecer da melhor qualidade em forros de PVC.

Um das maiores e a mais moderna indústria do setor em Cassilândia recebeu também em nível nacional o Certificado de Reciclagem de Embalagens em geral New Hope Ecotech.

Fale agora com a equipe do Valdivino e da Maíra.

A Cassiplast vende e instala forros de PVC.

(67) 3596-2266 – Avenida Presidente Dutra, 4.100 – Parque Industrial – Cassilândia – MS.

 

Cassiplast está localizada em Cassilândia na saída para Paranaíba

Cassilândia: Subseção da OAB inaugura salão de festas

A 12a Subseção da OAB de Cassilândia está inaugurando na noite desta sexta-feira, 10 de setembro, o seu amplo salão de festas, totalmente climatizado e com conforto à altura de uma entidade tão importante e com tantos serviços sociais prestados à comunidade.

O presidente da OAB local, o advogado Dr. Murillo Cruvinel, recepcionou os advogados cassilandenses e o presidente da Seccional de Mato Grosso do Sul, Dr. Mansour Elias Karmouche, que veio prestigiar o evento.

“Eu estou maravilhado, ficou lindo, o que vou dizer, já estive aqui algumas vezes, sempre houve melhorias e agora vejo que o salão de festas melhorou demais e nem na Seccional temos um salão de eventos acima das minhas expectativas”, opinou Dr. Mansour Elias ao Cassilândia Urgente.

José Armando Amado, presidente da Caixa de Assistência dos Advogados de Mato Grosso do Sul. “O salão ficou muito bom e superou as minhas expectativas, beneficiando os advogados de Cassilândia, pois se trata de um espaço multi-uso”, disse José Armando Amado.

Dr. Murillo Cruvinel afirmou que “a inauguração desta obra em nossa subseção de Cassilandia representa o prestígio que a gestão da OAB/MS está dando a advocacia do interior de todo o Estado, descentralizando da capital os benefícios à classe como um tudo. Os advogados de Cassilândia contarão agora com um salão de alta qualidade, todo climatizado e com grande espaço. E tenho certeza que não pararemos por aqui. Enquanto Presidente for continuarei na busca incansável dos anseios da classe de advogados desta Comarca.”

Dr. Murillo Cruvinel e Dr. Mansour Elias Karmouche
Dr. Murillo Cruvinel, Dr. Mansour Elias Karmouche e Dr. Guilherme Girotto
Advogados prestigiam a inauguração do salão de festas

Covid-19: Rio registra queda em internações por doenças respiratórias

None

Prefeitura aumenta autorização de atividades com marcos de vacinação

A cidade do Rio de Janeiro registrou, nas últimas semanas, uma queda de 47% nas internações por doenças respiratórias, indicador que acompanha a redução na procura por atendimento da rede de urgência e emergência por síndrome gripal e síndrome respiratória aguda grave (SRAG), indicadores de covid-19. A comparação entre os dados fechados da semana passada (36) com os de três semanas antes (33) foi apresentada hoje (17) pela prefeitura no 37º Boletim Epidemiológico da Covid-19.Leia Mais

Auxílio emergencial: beneficiários do Bolsa Família começam a receber penúltima parcela nesta sexta-feira

Beneficiários do Bolsa começam a receber a penúltima parcela

Beneficiários do Bolsa começam a receber a penúltima parcela – Divulgação

A Caixa Econômica Federal realiza, nesta sexta-feira (17), o pagamento da 6ª parcela do auxílio emergencial aos inscritos no Bolsa Família com NIS (Número de Inscrição Social) final 1. Os valores variam entre R$ 150, R$ 250 ou R$ 375, dependendo da composição familiar.

Para os beneficiários do Bolsa Família, nada muda. Eles continuam a receber o auxílio emergencial da mesma forma e nas mesmas datas do benefício regular.Leia Mais

Adolescente de 16 anos é apreendido em flagrante com tablete de maconha

Divulgação, PMA Polícia Militar de Dourados através do grupo Getam fez a apreensão de um adolescente de 16 e que estava com um tablete de maconha na tarde dessa quinta-feira (16). O fato ocorreu após denúncia de que havia um “fumódromo” no cruzamento das ruas Deolinda Rosa e Izo Ribeiro de Souza, na vila Cachoeirinha.

De acordo com a PM, policiais foram acionados pelo CIOPS para ir até o local, sob a denúncia de que pessoas estariam fazendo uso de drogas na região. Em abordagem a um grupo de jovens, foi contatado a presença de um adolescente de 16 anos que havia sido apreendido no dia último dia 17 de agosto por tráfico de drogas.

No local também foram encontrados vários papéis usados na confecção de “baseados” de maconha. Questionado sobre se o adolescente estaria vendendo drogas, relatou ter um tablete de maconha em sua casa para uso pessoal.

Diante da informação a equipe deslocou até o endereço do adolescente. Em contato com sua irmã, foi solicitado que ela pegasse a droga que estaria no quarto do irmão. Ele mesmo teria relatado que o tablete de maconha estaria debaixo do colchão.

Constatada a veracidade dos fatos, a equipe apreendeu um tablete de maconha que pesou 355 gramas da droga. O adolescente e sua irmã foram encaminhados até a delegacia, onde foram apresentados a autoridade de polícia judiciária, sob acusação de tráfico de drogas.

Foi localizado ainda com o adolescente um celular e a quantia de 34 reais em dinheiro, sendo apreendidos e também apresentados na delegacia. Midiamax

Mundo Curioso: Conheça a menor mulher do mundo e seu marido

Ela mede apenas 62 centímetros e é indiana e tem causado alvoroço nas redes sociais.

O Guinnes World Records registra os maiores recordes do mundo, mas sempre tem umas pessoas que acabam se destacando mais que outras, como no caso de uma indiana.
Seu nome é Jyoti Amge, ela tem 23 anos e está se destacando por uma peculiaridade em seu tamanho. Ou melhor, no seu pequenino tamanho.
Mas ela é uma pequenina mulher adulta, ela pesa aproximadamente 5 kg. E já sendo adulta, acredita-se que não crescerá mais e manterá sua pequena estatura.Leia Mais

MS tem 132 mil adultos que ainda não procuraram vacinação contra covid

Em Campo Grande, número de adultos que não buscaram a vacina chega a cerca de 51 mil.

Em Campo Grande, número de adultos que não buscaram a vacina chega a cerca de 51 mil. – Henrique Arakaki/Midiamax

A campanha de vacinação contra o coronavírus avançou muito nos últimos meses e Mato Grosso do Sul já tem três a cada quatro habitantes vacinados com ao menos uma dose. A cobertura vacinal entre os adultos é alta e chega a 93,6% com a 1ª dose, mas o Estado ainda tem 132 mil moradores que não compareceram aos postos de saúde e pontos de imunização.

Os dados são do Vacinômetro da SES (Secretaria de Estado de Saúde) e levam em conta a população adulta estimada em cerca de 2 milhões de pessoas segundo o DataSUS. Os dados mostram que 6,35% dos adultos ainda não compareceram sequer para tomar a primeira dose, o que corresponderia a 132,1 mil habitantes no Estado.

Ainda conforme levantamento feito pelo Vacinômetro, as maiores cidades do Estado juntas corresponderiam a quase metade deste quantitativo. Em Campo Grande, a estimativa é de que 51,9 mil adultos acabaram ‘fugindo’ da vacinação. Em Dourados, o número de adultos que deixaram de vacinar é estimado em 3,6 mil pessoas.

Em Corumbá, uma das cidades contempladas com a imunização em massa na fronteira, há 8,6 mil pessoas que recusaram a vacina. Em Três Lagoas, são 496 adultos que ainda não compareceram para vacinar. Os dados podem ser diferentes da estimativa oficial dos municípios, já que algumas secretarias municipais utilizam dados conforme o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), enquanto a SES estima a população com dados do DataSUS.

 

[Colocar ALT]
Vacinação itinerante, busca ativa e passaporte da imunidade estão entre as iniciativas. (Foto: Henrique Arakaki/Midiamax)

Estratégias para aumentar a cobertura vacinal

Enquanto parte da população ainda se recusa a receber o imunizante, há algumas estratégias que podem ser adotadas. Em Campo Grande, por exemplo, há a vacinação itinerante. Com a iniciativa, equipes de saúde vão até locais movimentados em bairros mais vulneráveis, como supermercados e terminais de ônibus. O objetivo é facilitar a imunização para os moradores que, por falta de tempo ou por esquecimento, acabaram não se vacinando.

Mato Grosso do Sul ainda conta com a parceria dos municípios, que realizam de forma simultânea a busca ativa em pessoas acima de 18 anos ou mais. A busca ativa acontece quando os profissionais da saúde tentam acionar o morador em casa, por ligação ou por WhatsApp, na tentativa de incentivar a imunização.

Outra estratégia que tem sido defendida é a do ‘passaporte da imunidade’. A ideia é que os consumidores só possam entrar nos estabelecimentos caso apresentem o comprovante da vacinação. A estratégia tem sido debatida no Prosseguir (Programa Saúde e Segurança na Economia).

“Se o estado adota, terá consequências muito importantes, temos que ter cautela. Até o fim do mês, deve ser definido o panorama”, disse o presidente do Comitê Gestor do Prosseguir, Eduardo Riedel. Enquanto não há uma definição sobre o assunto, Riedel continua defendendo que os próprios empreendedores devem definir suas regras.

Mesmo ainda em discussão, o Estado até já tem uma cidade que adotou a estratégia. O município de Chapadão do Sul, a 330 quilômetros da Capital, aderiu à obrigatoriedade da apresentação do comprovante de vacinação contra o coronavírus. Assim, os moradores terão que comprovar que tomaram ao menos uma dose da vacina para entrar em estabelecimentos comerciais e eventos, como shows. Midiamax

MS alcança ‘sinal verde’ e leitos de UTI Covid cai para 25% de ocupação

None

Com a vacinação avançando no estado, este é o menor índice registrado no ano

Com a vacinação avançando mais a cada dia, Mato Grosso do Sul começa a sentir os reflexos positivos da campanha de imunização contra a Covid-19. Pela primeira vez no ano, o estado está com ‘sinal verde’ na taxa de ocupação de leitos covid, com internações em apenas 25% no fim da tarde desta quinta-feira (16).

MS registrou 25% dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para pacientes com covid ocupados. O número representa a menor taxa de ocupação de leitos de UTI covid do ano de 2021. Os dados são divulgados no painel Mais Saúde da SES (Secretaria de Estado de Saúde).

Reprodução

 

Conforme levantamento, MS possui 400 leitos UTI adulto para pacientes com SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave) e Covid, sendo que há 100 pacientes em estado grave internados em hospitais no Estado. Sendo assim, restam 300 vagas no sistema de saúde.

Os dados apresentam uma queda em relação à ocupação dos leitos, onde estão internados 95 pessoas. Em relação aos municípios, a taxa de ocupação de leitos para pacientes com coronavírus em Campo Grande é de 29,53%, ou seja, há 58 leitos de UTI Covid ocupados dos 193.

Em Dourados, a taxa de ocupação de leitos de UTI para pacientes com coronavírus é de 27,45%, enquanto em Três Lagoas é de 22,22% e Corumbá 21,95% dos leitos ocupados. Os quatro municípios são sedes de macrorregiões de saúde e recebem pacientes de outras cidades. Midiamax