Justiça de Paranaíba deixa garoto levar o nome de ‘duas mães’ na certidão de nascimento

Decisão inédita em Paranaíba

A Justiça entendeu que uma criança de Paranaíba poderá ter o nome da companheira da mãe biológica também registrado na certidão de nascimento. Com isso, o menino terá o nome de duas mães no documento.
De acordo com o TJ MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), a sentença foi proferida pela juíza Nária Cassiana Silva Barros, da 1ª Vara Cível de Paranaíba, que julgou procedente a ação de reconhecimento de maternidade socioafetiva.Leia Mais