Toque de recolher: De bobeira na rua, oito ‘tomam enquadro’ e acabam na delegacia em MS

Grupo foi abordado pela PM

Grupo foi abordado pela PM

A Polícia Militar encaminhou oito pessoas para a delegacia na noite desta sexta-feira (12), em Santa Rita do Pardo, a 267 quilômetros de Campo Grande, por descumprimento do toque de recolher, medida imposta como forma de conter o avanço da pandemia do coronavírus (Covid-19).

Durante rondas, os policiais abordaram, em situações distintas, sete homens e uma mulher. Todos foram qualificados e conduzidos à Polícia Civil, pois perambulavam pelas ruas, sem haver necessidade urgente. Ao serem indagados, disseram que estavam cientes dos decretos vigentes contra a doença.

O Governo do Estado e os Municípios têm adotado diversas medidas para frear o aumento do número de casos do novo coronavírus, sendo uma delas o toque de recolher. O cidadão deve se recolher em sua residência em horário determinado, podendo sair somente em casos urgentes e emergência médica. Midiamax

Mato Grosso do Sul atinge 347 leitos de UTI para Covid e terá mais 33 até a próxima semana

Trabalho de parceria entre o governo e os municípios garante a ampliação dos leitos de UTI-Covid em diversas regiões do Estado, chegando a 347 unidades e com previsão de abertura de mais 33 até o próximo dia 19. Segundo o titular da Secretaria de Estado de Saúde (SES), Geraldo Resende, uma “força-tarefa” instituída na pasta está em contato permanente com prefeitos e secretários municipais de Saúde para um trabalho conjunto com essa finalidade.

“Discutimos com os municípios em quais localidades temos leitos de UTI e precisamos ampliá-los. E aqui na Capital já temos algumas vitórias. No próprio Hospital Regional nós tínhamos 79 leitos exclusivos para pacientes do coronavírus e mais 28 leitos de retaguarda. Todos eles foram transformados em Covid. Então, mesmo que não tenhamos leitos novos, aumentamos exclusivamente para Covid, em 28 unidades”, salientou o secretário.

Além de Campo Grande, estão sendo instalados novos leitos de UTI nas cidades de Coxim, Dourados, Três Lagoas e Aparecida do Taboado. Na Capital, além dos 28 do Hospital Regional de MS, estão sendo abertas duas unidades na Clínica Campo Grande, 10 na Santa Casa (era usados como UTI Geral e passaram a ser exclusivos Covid) e 14 no Hospital Adventista do Pênfigo, totalizando 54 novas vagas para pacientes graves de Covid-19.

Em Coxim, serão instaladas mais três UTI’s no Hospital Regional de Coxim, com previsão de ser ativado até o dia 19 deste mês. Em Dourados, a previsão é de mais 20 estruturas, sendo cinco de instalação imediata no Hospital Universitário (HU) da UFGD, cinco no Hospital Santa Rita e mais 10 no HU da UFGD, ainda em fase de negociação com os dirigentes da instituição.

Já a população da macrorregião de Três Lagoas está conquistando mais 10 Unidades de Terapia Intensiva no Hospital Nossa Senhora Auxiliadora (implantação imediata) e cinco estruturas no Hospital da Fundação Hospitalar Enfermeiro Pedro Francisco Soares, de Aparecida do Taboado.

“Desta forma, dos 288 leitos que tínhamos anteriormente, montados exclusivamente para pacientes de Covid-19, estamos chegando a 347 de imediato, com perspectiva de chegarmos a 380 até o próximo dia 19, se as tratativas que estamos fazendo com muito empenho, se concretizarem”, salienta Geraldo Resende. “Tudo isso, para que não faltem leitos para os nossos pacientes, mas isso de nada vai adiantar se a população não colaborar, adotando as medidas de contenção”, conclui o secretário.

Texto e foto: Ricardo Minella/SES

Covid-19: educadores entram na lista de prioridade da vacina, informa MEC

Inclusão é válida para profissionais do ensino fundamental

Os profissionais da educação que lidam diretamente com o 1º e 2º ano do ensino fundamental foram incluídos no grupo prioritário para receber a vacina contra Covid-19, após apelos da categoria. O anúncio foi confirmado pelo Ministério da Educação (MEC), no último dia 03.

Trecho do documento enfatiza a necessidade de vacinar o quanto antes estes profissionais: “Assim, considerando a relevância da retomada das aulas presenciais, com vistas à oferta do ensino de qualidade e ao ambiente de aprendizagem seguro, ressalta-se a importância da inclusão da comunidade escolar, compreendida por estudantes, profissionais da educação e colaboradores nos grupos prioritários para a vacinação contra o novo coronavírus”Leia Mais

Polícia Militar prende mais um homem com mandado de prisão em Cassilândia

Polícia Militar prende mais um homem com mandado de prisão em Cassilândia

Cassilândia (MS) – Na tarde desta quarta-feira (24/02), policiais militares do serviço de patrulhamento urbano, em operação conjunta com a Polícia Civil, prenderam um homem, de 35 anos, que se encontrava com mandado judicial de prisão aberto em seu desfavor em Cassilândia.

A ocorrência se deu quando após informação trazida pela Equipe da Polícia Civil relatando que um cidadão estaria com mandado de prisão, confirmada pela Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário – Agepen e checagem no sistema de mandados.

Diante das informações repassadas, os policiais militares imediatamente realizaram diligências até a rua Teotônio reis Costa no Centro da cidade, logrando êxito em localizar o autor.

O autor foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Cassilândia, onde aguardará a realização de procedimento administrativo e posterior audiência de custódia.

13º Batalhão de Polícia Militar/P-5

Faturamento da indústria alimentícia bate R$ 789,2 bilhões ano passado

O faturamento da indústria de alimentos atingiu R$ 789,2 bilhões em 2020, somadas as exportações e as vendas para o mercado interno, resultado 12,8% superior ao registrado no ano de 2019. O montante representa cerca de 10,5% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional. Os dados, divulgados hoje (24), são da Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (ABIA).

Já o volume de produção cresceu 1,8% em relação a 2019. O resultado, segundo a entidade, foi puxado pelo aumento das vendas para o varejo, de 16,2%, e das vendas para o mercado externo, de 11,4%. As categorias que mais se destacaram em vendas foram açúcares, com aumento de 58,6%, ante 2019; óleos vegetais, de 21,2%; e carnes, 13%. As maiores quedas ficaram por conta de bebidas (decréscimo de 8,3%); e derivados de trigo (1,9%).Leia Mais

Caminhão tomba e carro de passeio fica destruído em colisão frontal

Duas pessoas foram socorridas, uma delas com fraturas, dores no corpo e dificuldades para respirar

Acidente entre caminhão e carro de passeio deixou ao menos uma pessoa ferida, na manhã deste sábado (20), na rodovia MS-162, em Maracaju, distante 160 quilômetros da Capital. Na colisão frontal, ambos os veículos ficaram destruídos.

Conforme o site Maracaju Speed, o acidente aconteceu a cerca de 20 quilômetros do perímetro urbano, no caminho que liga o município a cidade de Sidrolândia. Com o impacto da batida, pedaços do caminhão Volkswagen Express DRC 4×2 e do carro modelo Chevrolet Cobalt ficaram espalhados na pista.

Ao Corpo de Bombeiros, inicialmente a ocorrência chegou dizendo que condutor do carro de passeio, homem, de 65 anos, estava preso às ferragens. Porém ao chegarem ao local, os militares encontraram o homem já do lado de fora do carro, deitado ao solo, consciente e orientado, porém, apresentando ferimentos pelo corpo, dificuldade na respiração e fratura na tíbia.

Mobilizada, a vítima foi socorrida e encaminhada ao pronto-socorro de Maracaju, assim como o condutor do caminhão, de 53 anos, que apresentava dores pelo corpo.

Ambos os veículos foram arremessados às margens da pista, o caminhão, carregado com sementes, chegou a tombar. A carga ficou espalhada pela pista. O acidente fez com que a rodovia ficasse interditada, tendo o trânsito sido liberado apenas após a limpeza da pista, por parte dos bombeiros.

 Campo Grande news

Cassilândia: Viviany Almeida é a aniversariante do dia

O empresário Bruno de almeida vem em nome de todos os colaboradores da Ótica Joia e Ótica Popular desejar um feliz aniversário para a sua gerente Viviany Almeida, que está data possa se repetir anos e anos, que Deus continue abençoando muito, dando muitas alegrias, saúde e paz.
PARABÉNS VIVIANY 👏
Pode ser uma imagem de 1 pessoa e em pé

Transações com cartão aceleram expansão no fim de 2020

Cartões de crédito

Com a reabertura do comércio nos últimos meses de 2020 e o tradicional aquecimento das vendas para as datas comemorativas de fim de ano, os brasileiros aceleraram a expansão do consumo por meio de cartões, mesmo com a redução, pela metade, do valor do auxílio emergencial criado pelo governo no início da pandemia É o que aponta balanço divulgado nesta terça-feira, 9, pela Abecs, associação que representa as empresas de cartões.

No quarto trimestre do ano passado, as compras feitas com qualquer tipo de cartão – débito, crédito ou pré-pago – somaram R$ 626,3 bilhões, em conta que inclui os gastos feitos com recursos do auxílio. O montante representa aumento de 18,5% em relação a igual período do ano anterior. A taxa de crescimento é maior que a verificada no terceiro trimestre, quando as transações com cartão subiram 16,7% em relação ao volume do mesmo intervalo de 2019.Leia Mais

Filho relata dor no anus após visitar vizinho e mãe descobre estupro em cidade de MS

Um homem, 52 anos, foi preso na tarde desta quinta-feira (4), por estuprar uma criança de 5 anos, que mora na casa ao lado. A denuncia foi feita pela mãe da vítima.

De acordo com a Polícia Militar, uma equipe foi até o local após ser acionada pela mãe da vítima, a mulher relatou que seu filho havia sido estuprado pelo vizinho.

Segundo a mãe da vítima, ela estava tomando tereré com uma vizinha e percebeu quando o autor chamou seu filho para ir até a casa dele, oferecendo bolacha à vítima, e que, em determinado momento, ouviu seu filho gritando por socorro, sendo que saiu para ver o que estava acontecendo na casa do vizinho e percebeu que a porta estava trancada.

A mãe tentou arrombar a porta, até que ela se abriu e, de imediato acionou a Polícia Militar. A mãe relatou ainda, que seu filho confirmou que o autor praticou o ato, pois reclamava de dores no ânus.

O Conselho Tutelar foi acionado e compareceu ao local para acompanhar a ocorrência e, posteriormente, encaminhou a criança até a Santa Casa para receber o atendimento médico necessário.

Diante dos fatos, o autor foi preso pela guarnição policial militar.

FONTE: MS TODO DIA

Novo auxílio emergencial só viria com calamidade pública, diz Guedes

Ministro da Economia, Paulo Guedes, durante coletiva remota sobre o balanço das medidas e ações do ME em 2020Uma eventual nova rodada do auxílio emergencial deve estar dentro do orçamento e ser acionada apenas em caso de nova calamidade pública, disse o ministro da Economia, Paulo Guedes. Ele reuniu-se ontem (4) à noite com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco.

Segundo o ministro, a extensão do auxílio seria mais “focalizada” e atenderia 32 milhões de brasileiros, pouco menos da metade dos 67,9 milhões de pessoas que receberam o benefício em 2020.Leia Mais

OMS: câncer de mama supera o de pulmão e se torna o mais comum

Autoexame câncer de mama

Alerta é da Organização Mundial da Saúde

O câncer de mama tomou o lugar do câncer de pulmão e se tornou a forma mais comum da doença, disse a Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta terça-feira (2).

“Pela primeira vez, o câncer de mama constitui agora o câncer de ocorrência mais comum em todo o globo”, disse Andre Ilbawi, especialista em câncer da OMS, em entrevista coletiva na sede da Organização das Nações Unidas (ONU) antes do Dia Mundial do Câncer, na quinta-feira (4).

O câncer de pulmão foi o tipo mais comum nas últimas duas décadas, mas agora está em segundo lugar, à frente do câncer colorretal, o terceiro mais disseminado, explicou Ilbawi.

Ele observou que a obesidade feminina é um fator de risco comum no câncer de mama e também está elevando os números gerais do câncer.

À medida que a população global cresce e a expectativa de vida aumenta, o câncer deve se tornar mais comum, avançando dos 19,3 milhões de casos novos por ano em 2020 para cerca de 30 milhões em 2040, segundo o especialista.

A pandemia de coronavírus está prejudicando o tratamento de câncer em cerca de metade dos países analisados, disse Ilbawi, ressaltando os atrasos de diagnósticos, o estresse extremo dos profissionais de saúde e o impacto nas pesquisas.

Confira os valores dos pedágios que serão cobrados na MS-306 a partir de março

Confira os valores dos pedágios que serão cobrados na MS-306 a partir de março

A tabela de valores valerá para as três praças ao longo da rodovia

A Agepan (Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos) disponibilizou os valores que serão cobrados nos pedágios da rodovia MS-306. O mesmo valor será cobrado nas três praças ao longo da rodovia.

O valor apontado na Nota Técnica é de R$ 10,00 para veículo de passeio, correspondente à variação de 14,58% do IPCA (Índice Nacional de Preço ao Consumidor Amplo).

Conforme previsto no Contrato de Concessão, esse reajuste atualiza o valor de referência que foi indicado nos estudos iniciais para a data atual, quando haverá o início efetivo da cobrança de pedágio.

Ou seja, os motoristas com veículos de passeio pagão R$ 10,00 nos trechos de Alto Taquari até Costa Rica, de Costa Rica a Chapadão do Sul e Chapadão do Sul até Cassilândia.

A concessionária tem previsão de ativar as praças em 1º de março. Para que isso ocorra, deve ter concluído os Trabalhos Iniciais no Sistema Rodoviário, também é obrigatória a implantação de praça de pedágio, do Serviços de Atendimento ao Usuário e construção dos Postos da Agepan e da Polícia Militar Rodoviária.

O cumprimento de todos esses requisitos será atestado por meio de Termo de Vistoria emitido pela Agepan.  Depois de certificar as condições exigidas para iniciar a cobrança, a Agepan irá publicar uma Portaria de autorização.

Confira a tabela abaixo com as tarifas que serão cobradas para todos os tipos de veículos:

FONTE: MS TODO DIA

A importância da vacinação: mitos e verdades

Diante do impacto da pandemia de Covid-19 sobre a vida de todos, a chegada de uma vacina segura e eficaz, atualmente, é a notícia mais aguardada em todo o mundo. Frente ao desafio de pesquisadores de diversos países, as informações circulam rapidamente e, junto delas, também correm os boatos e “fake news” sobre o tema, colocando em risco a credibilidade desta que representa um dos mais importantes avanços da história da medicina.

Dessa forma, garantir a veracidade das informações que chegam até nós sobre o assunto é vital para conseguirmos controlar e evitar a propagação das doenças.

A maioria das enfermidades que podem ser prevenidas por vacina é transmitida pelo contato com objetos contaminados ou por gotículas de saliva expelidas pela tosse, espirros ou fala. Vale ressaltar que a vacina continua sendo a melhor forma de prevenção para muitas doenças graves e as complicações que podem surgir, inclusive já ajudou a erradicar a poliomielite e a varíola.

As vacinas são produzidas com o vírus ou bactéria inativa ou com partes desses agentes. Devido a isso, elas não provocam a doença, mas conseguem estimular o sistema imunológico a produzir anticorpos para combatê-la. Assim, se a pessoa tiver contato com o agente causador da doença, já tem anticorpos para evitar que a doença progrida.

Além da proteção individual, a vacinação é de suma importância para a famosa imunidade de rebanho. Isso quer dizer que é necessário que uma porcentagem x da população (entre 85% e 95%) seja imunizada para evitar a circulação do vírus.

O ideal seria que todas as pessoas pudessem ser imunizadas, mas algumas não podem ser vacinadas. É o caso de pessoas que estão imunossuprimidas, ou seja, com alguma doença ou tratamento que diminua as suas defesas imunológicas e, portanto, não podem tomar a vacina.

No entanto, se todos que puderem tomar vacina o fizerem, vão proteger aqueles que não podem. Estimativas da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da Universidade de Oxford apontam que a vacinação em massa evita de 2 a 5 milhões de mortes por ano no mundo. Entre as diversas informações erradas sobre as vacinas, existem algumas que merecem esclarecimento:

“Não é necessário fazer vacinação de doenças já quase erradicadas”

A vacinação impede que essas doenças voltem, mesmo que estejam quase erradicadas. O sarampo, por exemplo, é um caso de doença que estava controlada e cujos números voltaram a crescer porque uma parcela da população parou de se vacinar.

“Vacinas causam autismo”

O tema ganhou força com a divulgação de um artigo escrito pelo médico Andrew Wakefield em 1998. No entanto, em 2010 essa hipótese foi totalmente retratada devido à descoberta de diversas informações falsas e acordos envolvendo o pesquisador e advogados relacionados à processos por danos vacinais.

Dr. Alexandre Okamori*

*Imunologista da Rede de  hospitais São Camilo de São Paulo

MS registra quase 151 mil casos confirmados de coronavírus e 2,7 mil óbitos pela doença

MS registra quase 151 mil casos confirmados de coronavírus e 2,7 mil óbitos pela doença

O otimismo causado pela aproximação da vacinação contra a covid-19 não pode diminuir os cuidados que devem ser tomados para evitar a propagação da doença, que continua com forte avanço em todo o Estado. “A vacina é um alento, mas a pandemia não acabou”, ressalta a secretária-adjunta da Secretaria de Estado de Saúde, Crhistinne Maymone.

O otimismo causado pela aproximação da vacinação contra a covid-19 não pode diminuir os cuidados que devem ser tomados para evitar a propagação da doença, que continua com forte avanço em todo o Estado. “A vacina é um alento, mas a pandemia não acabou”, ressalta a secretária-adjunta da Secretaria de Estado de Saúde, Crhistinne Maymone.Leia Mais