Preso por atear fogo às margens da BR-163 em MS, homem ameaçava incendiar toda cidade

Foto: Divulgação, PMA | Ilustrativa

Preso em flagrante pela PRF (Polícia Rodoviária Federal), acusado de atear fogo em mata às margens da BR-163, um homem de 59 anos disse que estava nervoso com algumas situações que estavam acontecendo em Naviraí, a 359 quilômetros de Campo Grande, e sua intenção era incendiar toda a cidade.

De acordo com o boletim de ocorrência, registrado pela PRF, a equipe fazia rondas na rodovia na tarde deste domingo (03), quando percebeu que havia foco de queimada às margens da BR-163 e que a fumaça estava sobre a pista de rolamento, atrapalhando a visibilidade dos condutores.Leia Mais

Governo publica edital para concessão de áreas de mineração

A mineração no chamado Morro do Ouro, liderada pela empresa canadense Kinross Gold Corporation, representa a principal atividade industrial para a geração de emprego e renda na região (José Cruz/Agência Brasil)

Iniciativa cria oferta de jazidas minerais que retornaram ao mercado

A Agência Nacional de Mineração (ANM) abriu hoje (29) a 2ª Rodada de Disponibilidade de Áreas [https://sople.anm.gov.br/portalpublico/edital/3/documentos-publicos], que oferta para concessão à iniciativa privada 7.027 áreas para pesquisa e lavra, envolvendo os mais variados tipos de substâncias minerais. O prazo para manifestação de interesse termina em 1º de março de 2021.

De acordo com o Ministério da Economia, a Disponibilidade de Áreas busca selecionar interessados em dar prosseguimento a projetos minerários já outorgados a terceiros, mas que retornaram à carteira da ANM por algum motivo, como indeferimentos de requerimentos, caducidade de títulos, abandono da jazida ou mina, desistência e renúncia. Em maio de 2020, os projetos oferecidos nas rodadas entraram no Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), “com o objetivo de fomentar o desenvolvimento social e econômico do país.”

No primeiro lote, usado como projeto piloto, foram disponibilizadas cerca de 500 áreas, exclusivamente para fins de pesquisa em minerais voltados para a construção civil, tais como areia, brita e cascalho. Para o governo, os resultados superaram as expectativas, sendo possível, então, uma segunda rodada com mais de sete mil áreas, sendo que várias já se encontram na fase de lavra.

Até 2018, a seleção dos interessados ocorria segundo o melhor projeto técnico. Mas o Decreto nº 9.406/2018 introduziu um novo modelo de seleção, segundo o qual as áreas devem ser objeto de oferta pública prévia pela ANM e, caso haja dois ou mais interessados, serão submetidas a leilão eletrônico, a ser decidido de acordo com maior valor ofertado. Para as áreas ofertadas nesta terça-feira, o leilão está previsto para ocorrer entre 8 e 15 de março de 2021, se for o caso. Midiamax

Cassilândia: Cassicredi deseja um Feliz Natal e um Próspero Ano Nono

Neste Natal o nosso desejo é de que tudo de bom que você plantou durante o ano, reverta-se em forma de paz, saúde e felicidade. Que você e sua família possam sentir a paz verdadeira do Natal.
Feliz Natal e Boas Festas
É o que deseja: Cassicredi *Empréstimo pessoal
Rua Joaquim Balduino de Souza, 916 centro
Tel (67) 98468.8825
99876.4338
Cassilândia. MS
A imagem pode conter: 1 pessoa, texto que diz "CASSICRED EMPRÉSTIMO PESSOAL 10g 100 1aก 100 Sem consulta ao SPC Serasa Servidores públicos municipais, estaduais e federais, aposentados e pensionistas do INSS Fale com Izabel Nunes (67) 98468-8825 99876-4338 Rua Joaquim Balduíno de Souza, 916 lado do INSS)- Centro Cassilândia MS"

Com alta da Covid-19, Agepen suspende visitas em penitenciárias de três cidades de MS

Estabelecimento Penal Masculino de Regime Fechado de Nova Andradina (Foto: Divulgação, Agepen-MS)

A Agepen-MS (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário de Mato Grosso do Sul) determinou a suspensão das visitas aos internos das penitenciárias de Naviraí, Nova Andradina e Amambai. A portaria foi publicada na edição desta quarta-feira (16) do DOE (Diário Oficial Eletrônico).

Para sustentar a decisão, a autarquia considerou a alta de casos da Covid-19 nessas três cidades, a pouca quantidade de leitos disponíveis e o grande risco de disseminação do novo coronavírus nas unidades prisionais.

A suspensão no Estabelecimento Penal de Amambai, na Penitenciária de Segurança Máxima de Naviraí e no Estabelecimento Penal de Nova Andradina valerá por 15 dias. Midiamax

Saúde estima vacinação cinco dias após aval da Anvisa

Vacina, vacinação,seringa, covid 19

Informação está em documento da AGU após STF pedir data para vacinação

A Advocacia-Geral da União (AGU) informou hoje (15) ao Supremo Tribunal Federal (STF) que o início da vacinação contra a covid-19 no país deve começar em até cinco dias após a aprovação do imunizante pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a entrega do produto ao estoque do Ministério da Saúde. Até o momento, nenhum dos laboratórios que desenvolvem a vacina pediu autorização da Anvisa para comercialização. 

A informação consta no documento enviado pela AGU ao Supremo após o ministro Ricardo Lewandowski pedir que a data para o início da vacinação fosse informada pelo Ministério da Saúde.

De acordo com o documento, o ministério prevê que a fase inicial da vacinação, destinada a quatro grupos prioritários, será de quatro meses. Serão necessários 30 dias para a conclusão da vacinação de cada grupo.

Na previsão, o prazo estimado para vacinação da população em geral é de 12 meses. O prazo vai depender da quantidade de vacinas entregue pelos laboratórios. Atualmente, as vacinas dos laboratórios Astra Zeneca, Jansen, Sinovac e Pfizer estão na terceira fase de testes, que antecede o pedido de registro na Anvisa.

“Por fim, é importante lembrar que, até o presente momento, ainda não há uma vacina disponível para uso imediato no mercado brasileiro, o que, por evidente, é condição para imediata disponibilização da vacina. Ademais, a incorporação de uma vacina no Calendário Nacional de Vacinação dependerá da aprovação do imunobiológico pela Anvisa, por processo de submissão regular ou emergencial”, diz o documento.

Edição: Aline Leal

Morre Aglice Maria da Maia mãe do Jackson

Faleceu hoje 14 de dezembro  em Três Lagoas Aglice Maria da Maia aos 80 anos mãe do Jackson  que teve uma loja de CD na década 90 no centro da cidade

Nascida em Cassilândia, mais estava morando em Três Lagoas a muitos anos .

Seu corpo será transladado para Cassilândia, onde  será velado e sepultado amanhã no no cemitério municipal de Cassilândia Valdomiro Pontes.

A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé

Aglice Maria da Maia mãe do Jackson

LISTA: Confira as cidades com maior número de mortes por coronavírus em MS

Campo Grande é a 9° cidade com a maior taxa de óbitos a cada 100 mil habitantes. (Foto: Marcos Morandi/Midiamax)

Mato Grosso do Sul já possui 1.897 óbitos causados pela Covid-19 desde o início da pandemia, conforme boletim publicado pela SES (Secretária de Estado de Saúde), nesta quinta-feira (10).

As maiores cidades são as que computam o maior número de óbitos no estado e a lista é liderada pela capital Campo Grande, seguida por Corumbá, Dourados, Aquidauana e Três Lagoas, que juntas equivalem a 67,1% de todas as mortes do estado.Leia Mais

Corpo é encontrado com corte do pescoço em estrada próxima à Unei em MS

Corpo é encontrado com corte do pescoço em estrada próxima à Unei em MS

Imagem ilustrativa

Corpo de um homem foi encontrado por volta das 13 horas da tarde desta quinta-feira (10), em uma estrada que dá acesso à Unei (Unidade Educacional de Internação) Tia Aurora, em Três Lagoas. O homem ainda não identificado. Conforme a polícia, no bolso do short da vítima, estavam um isqueiro e cachimbo de fabricação artesanal, utilizado para consumo de crack.

Segundo o delegado Orlando Vicente Abate Sachi, da 3ª Delegacia de Polícia de Três Lagoas, é provável que o corpo estivesse no local há pelo menos oito horas, devido ao estado de rigidez cadavérica. “Uma pessoa que passou pelo local ligou para a PM (Polícia Militar), que acionaram a 3ª DP. O corpo estava a 300 metros do fundo do prédio da Unei, então se alguém passasse por lá e não fixasse bem o olhar, não conseguiria identificar que era um corpo”, afirma.

Ainda conforme o delegado, o homem trajava uma bermuda lilás e botina nos pés. Conforme o Midiamax, foram verificados sinais de luta corporal e os policiais encontraram um par de chinelos preto ao lado do corpo. “Existe hipótese de que tenha sido uma briga entre usuários de drogas, pois foram encontrados um estojo com isqueiro dentro e cachimbo para fumar crack, mas não temos nada confirmado por enquanto”, explica.

Sacchi ainda explicou que o corpo apresentava diversos ferimentos por objeto cortante, possivelmente faca de grande porte, nos braços, abdômen e um corte desde o pescoço até a boca.

O delegado revelou que não existem registros de desaparecidos com as características da vítima, que possam ajudar na identificação. O caso foi registrado como homicídio simples.

FONTE: MIDIAMAX

Com ameaça de colapso na saúde, governador determina toque de recolher em MS a partir de segunda-feira

Com ameaça de colapso na saúde, governador determina toque de recolher em MS a partir de segunda-feira

Com o crescente número de mortes causadas por infecções de coronavírus e hospitais superlotados à beira do colapso, o governador Reinaldo Azambuja determinou toque de recolher em todo o território de Mato Grosso do Sul a partir da próxima segunda-feira, dia 14 de dezembro. A medida será imposta por 15 dias para conter o avanço da Covid-19.

Diante do decreto válido para os 79 municípios sul-mato-grossenses, os cidadãos não poderão sair de casa entre 22h e 5h. Há exceção em casos de trabalho e emergência médica. Serviços não essenciais como bares e restaurantes devem permanecer fechados durante o horário de restrição.

“Estamos no limite de ocupação dos leitos em todo o Mato Grosso do Sul. Se não adotássemos essa medida neste momento poderíamos explodir a capacidade do Sistema Único de Saúde (SUS). Como a cada dia que passa mais pessoas estão sendo contaminadas, tivemos que pisar no freio para não faltar leitos. Tivemos que tomar essa atitude para evitar mais mortes”, afirmou Reinaldo Azambuja.

A fiscalização do toque de recolher será feita pela Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar e Vigilância Sanitária Estadual. Guardas municipais e vigilâncias sanitárias municipais vão reforçar a inspeção.

Conforme o decreto estabelecido pelo governador, os municípios devem adotar as recomendações sanitárias definidas pelo Programa de Saúde e Segurança da Economia (Prosseguir) durante a restrição de circulação de pessoas. Casos de municípios que não seguirem as regras serão encaminhados ao Ministério Público Estadual (MPMS).

Nas últimas 24 horas, MS registrou 1.236 casos positivos de Covid-19 e 18 óbitos, totalizando 109.785 infectados e 1.888 mortes. De acordo com o boletim epidemiológico da doença, a taxa de ocupação de leitos clínicos e de UTI no Estado aumentou drasticamente e já há falta de vagas nas regiões de Campo Grande e Corumbá. Já as regiões de Dourados e Três Lagoas estão com ocupação de 78% e 64%, respectivamente.

Prosseguir

Conforme os números do Prosseguir desta semana, 45 dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul estão com grau elevado de contaminação para o coronavírus. A piora dos indicadores tem sido motivo de grande preocupação do governo estadual, explicou o secretário de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel: “tivemos uma grande quantidade de municípios que piorou o grau de risco em virtude dos indicadores mais preocupantes neste momento que são o aumento dos casos de óbitos e redução de leitos disponíveis”.

Para ele, a situação exige do governo grande esforço. “Por isso pedimos o máximo de consciência da população, que evitem situações de risco, e reforçamos que estamos trabalhando fortemente no sentido de viabilizar a vacina. Temos orçamento para compra e assim que tivermos oportunidade vamos adquiri-la para atender à nossa população. Neste meio tempo o mais importante é que as pessoas se cuidem e tenham consciência para cuidar do coletivo”, falou o secretário.

Bruno Chaves, Subcom

Foto: Chico Ribeiro

 

PM constata que menor dirigia uma moto e a mãe confirma que comprou para o filho

PM constata que menor dirigia uma moto e a mãe confirma que comprou para o filho

Os dois serão responsabilizados, segundo a polícia

Um menor de 16 anos de idade estava dirigindo uma moto pelas vias públicas de Cassilândia e foi constatado pela guarnição da Polícia Militar. Ele se refugiou na residência da genitora, conseguindo colocar a moto para dentro da casa. Segundo a PM a mãe confirmou que comprou a moto para o filho. Foi feito o boletim de ocorrências enquadrando em dirigir veículo automotor em via pública sem a devida permissão, ou seja, sem a CNH , permitir ou confiar veículo a pessoa não habilitada e direção perigosa em via pública. Segundo a Polícia Militar confirmada a permissão a pessoa não habilitada, mãe e filho serão responsabilizados.

Informação do sargento Magalhães, da Polícia Militar de Cassilândia.

Mulher é amarrada pelas pernas e arrastada em estrada pelo marido em Cassilândia

Mulher é amarrada pelas pernas e arrastada em estrada pelo marido em Cassilândia

Fachada da Delegacia de Polícia Civil de Cassilândia, onde o caso foi registrado. (Foto: Cassilândia News) – 

Homem, de 37 anos, foi preso no final da tarde de domingo (22) após agredir a esposa, amarrá-la pelas pernas e arrastar por estrada vicinal. O caso ocorreu em Cassilândia, cidade distante a 418 quilômetros de Campo Grande.

A Polícia Militar foi acionada por volta das 17h, com a informação de que um homem estava agredindo a esposa numa casa no Bairro Balmant. Os militares chegaram ao local e a mulher saiu de dentro da residência, gritando por socorro e dizendo que o marido estava tentando matá-la.

À polícia, a mulher contou que estavam voltando de uma fazenda nas proximidades do distrito de Santa Rita, quando começou a agredi-la com tapas, chutes e puxões de cabelo. Ela foi amarrada pelas pernas e arrastada pela estrada. Em seguida, ela foi jogada no porta-malas do carro e levada para casa.

Já na residência, o autor tentou agredi-la com uma marreta e quebrou vários objetos da casa com a ferramenta. O filho do casal entrou em luta com o pai para defender a mãe das agressões.

O autor tentou fugir pelos fundos da casa, mas foi preso pela polícia e levado para a Delegacia de Polícia Civil.

 

Por Kerolyn Araújo, Campo Grande News