Morre Wilson Mello, ex-jogador de futebol do Operário

Ex-jogador do Operário na década de 1980, Wilson Mello luta contra um câncer e faleceu na noite desta sexta-feira em Campo Grande

O ex-jogador do Operário Futebol Clube, Wilson Mello de Oliveira, que lutava contra um câncer de próstata havia algum tempo, morreu na noite desta sexta-feira, 06, em Campo Grande.

De acordo com informações de amigos próximos, Wilson passou mal ao longo da tarde e chegou a ser hospitalizado, mas acabou falecendo por volta de 19 horas.

Wilson Mello, como era conhecido, foi um meia-atacante habilidoso que fez sucesso nos bons tempo do Operário de Campo Grande entre 1983 e 1985. Dos colegas de clube e amigos mais próximos ele ganhou o apelido de “Três”, pela maneira delicada como batia na bola com a parte externa do pé. Campo Grande News

“Perdemos o Três, grande cara”, disse há pouco o ex-atacante Hélio Gomes, que na década de 1980 defendeu o Taveirópolis e o Comercial, e teve Wilson Mello como rival em campo. “Ele sabia como ninguém bater de três dedos na bola”, lembrou, referindo-se à arte do ex-meia operariano que acabou virando uma marca.

Em agosto, Wilson Mello participou da apresentação da programação do combinado formado por ex-jogadores do Comercial e do Operário das décadas de 1970, 1980 e 1990 que enfrentou a Seleção Brasileira de Master, no Estádio Jacques da Luz, no bairro Moreninhas, como parte das comemorações do aniversário de 118 anos de Campo Grande.
O evento em um buffet nos altos da Avenida Mato Grosso valeu como um encontro de confraternização dos craques que fizeram história com a camisa dos dois clubes, e lembranças dos tempos de rivalidade e conquistas históricas. Wilson Mello passou o tempo todo sentado à uma mesa, onde recebeu o carinho de todos os ex-jogadores do Operário e do Comercial que estiveram presentes.

Wilson Mello era articulado também fora de campo. O ex-jogador era o presidente do Sindicato dos Atletas de Futebol de Mato Grosso do Sul (Safems). Tinha como missão lutar não apenas por respeito e melhores condições de trabalho para os jogadores em atividade no futebol sul-mato-grossense, mas também pela conscientização dos jogadores sobre seus direitos e deveres como profissionais. Paulo Nonato de Souza, Campo Grande News

Compartilhe:
Posted in Noticias and tagged , .

Deixe uma resposta