Mãe de 5, mulher que abandonou bebê encontrado alcoolizado já teve três filhos tirados de casa

Agora, todos vivem em abrigo por decisão da Justiça

Mãe de cinco filhos, a mulher de 32 anos detida no domingo (6) depois de abandonar dois menores de idade já viu os outros filhos serem tirados de casa pela Justiça por causa de maus tratos. Agora, com o mais recente episódio em que um bebê de 1 ano e uma menina de 11 foram encontrados embriagados, todos os cinco estão em abrigos por determinação da Lei.

“Um filho já foi adotado e outros dois moram em um abrigo. O bebê e a garota estavam com ela e agora, com esse episódio, é provável que também não voltem para casa”, explica a delegada Anne Karine, responsável pelo caso.

Delegada Anne Karine (Foto: Minamar Júnior)

O bebê de 1 ano e a irmã de 11 anos foram levados para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Universitário depois de a garota fumar maconha e o bebê tomar bebidas alcoólicas e inalar fumaça da droga usada pela irmã. O bebê de 1 ano foi encontrado desacordado pelos bombeiros.

Morador de um bairro pobre de Campo Grande, a mulher bebe com frequência e, de acordo com a delegada, sabia que a filha fazia uso de bebida alcoólica e maconha.

Em depoimento na manhã desta terça-feira (8), a suspeita disse que no dia crime, saiu de casa por volta das 9 horas  e foi para um bar próximo de casa beber com uma amiga. No local, as mulheres teriam encontrado um homem que passou a pagar cerveja para elas. “Elas ficaram bebendo até por volta do meio dia e depois todos foram para a casa dela”, explica a delegada.

Já em casa, a mulher teria continuado a beber e, inclusive, chegou a presenciar a filha fumando maconha. “Ela tinha consciência de que a filha fumava e bebia, já era uma prática quase que diária”, conta.

Tempos depois, a mãe das crianças teria ficado bêbada e foi dormir. Ela só acordou depois que equipe do Corpo de Bombeiros chegou na residência. “Uma vizinha viu o bebê se arrastando no chão do quintal e chamou os bombeiros”, afirma a delegada.

Outras crianças

Durante depoimento, a mulher citou que no domingo havia saído para beber com uma amiga. Equipe da Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) foi até a casa da mulher, e no local, encontrou três crianças sozinhas em casa.

As crianças de 2, 9 e 13 anos também foram levadas para um abrigo do Conselho Tutelar. As mulheres foram ouvidas e liberadas, mas vão responder por abandono de incapaz e maus tratos.Midiamax
Compartilhe:
Posted in Noticias and tagged .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *