Motociclista que morreu após colisão tinha 39 anos e avançou a preferencial

Vítima morta sobre a calçada ao lado de sua motocicleta. (Foto: Jeferson Costa)

Vítima morta sobre a calçada ao lado de sua motocicleta. (Foto: Jeferson Costa)

Foi identificado como Vlademir Afonso Flores, de 39 anos, o motociclista que morreu no começo da noite desta sexta-feira (20) ao colidir sua moto Honda CB 300 em uma Yamaha Fazer, na rotatória das ruas da Divisão e Anchieta, no Jardim Parati em Campo Grande. Os outros dois feridos, ambos de 24 anos, que estavam na outra moto tiveram apenas ferimentos leves e foram encaminhados para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento Comunitário) do Bairro Universitário.

Conforme o boletim de ocorrência sobre o caso, Vlademir teria avançado a preferencial na rotatória. Após o impacto a vítima foi lançada em um poste na calçada da via e desmaiou.Técnicos do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) tentaram reanimá-lo, mas ele morreu ainda no local.

Ainda segundo o registro policial as outras duas vitimas, foram atingidas pelo motociclista logo após fazerem a rotatória para parar em uma conveniência, bem em frente ao acidente. No entanto, ao finalizarem a conversão acabaram sendo atingidos lateralmente pela motocicleta Honda CB 300 que era conduzida por Vlademir. Ele seguia no sentido centro/Bairro pela Rua da Divisão após deixar a Rua Anhumas.

Após a queda a vítima teve paradas cardíacas e técnicos tentaram reanimá-lo ainda na calçada, mas sem sucesso. O piloto e garupa da outra moto foram encaminhados a unidade de saúde estáveis. O acidente foi gravado por câmeras de segurança da conveniência. As duas motocicletas foram removidas ao pátio do Detran (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul). A Fazer, inclusive já teve o sinal identificador adulterado.Campo Gande News

Compartilhe:
Posted in Noticias and tagged .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *