Homem é preso suspeito de agredir a esposa após achar uma foto do ex-marido na casa dos pais dela.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e close-up

Um autônomo de 35 anos foi preso na quinta-feira (6) suspeito de agredir a esposa após achar uma foto do ex-marido na casa dos pais dela.

Um autônomo de 35 anos foi preso na quinta-feira (6) suspeito de agredir a esposa após achar uma foto do ex-marido na casa dos pais dela. A vítima disse que teve o celular e uma agenda recolhidas pelo companheiro e foi mantida presa em casa, em Caldas Novas, no sul de Goiás.

O delegado Tibério Martins contou que, em março deste ano, o casal foi visitar os pais da vítima e, lá, o homem encontrou fotos do ex-marido dela, com que foi casada por 15 anos e que já morreu. Ele, então, pegou a fotografia escondido e guardou.

Ao chegarem em casa, o homem teria começado a tratar a mulher de forma diferente até que pegou a foto na mochila e começou a discutir com ela. Ela foi agredida no rosto, pescoço e nas pernas.

“A vítima disse que ficou presa por três dias em casa, sem o celular e a agenda telefônica com números de alguns parentes. Ela conseguiu fugir de casa sem o homem perceber e pedir ajuda”, contou o delegado.

O homem fugiu após a agressão e só foi localizado na quinta-feira (6). Em depoimento à polícia, ele disse que não a prendeu em casa, mas confessou que deu socos nela durante a briga.

“Ele diz que ficou com ciúmes quando viu a foto, que eles começaram a discutir e a mulher ficou muito agressiva, então ele deu empurrões nela. Ele contou ainda que deu dois socos nela, mas não sabe onde pegou. Só que isso não procede, porque ela está bem machucada em várias partes”, completou o delegado.

O homem vai responder por lesão corporal e cárcere privado. A identidade dele não foi divulgada e a reportagem não conseguiu localizar o advogado do suspeito até a publicação dessa reportagem. Ele foi encaminhado ao presídio de Caldas Novas.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e close-up

G1

Compartilhe:
Posted in Noticias and tagged .

Deixe uma resposta