Polícia marca para maio reconstituição do assassinato de Marielle

Morte da vereadora Marielle Franco (PSOL), assassinada no Rio de Janeiro

Para o general, a reprodução ajudará “na compreensão da dinâmica do crime e a confrontar as diferentes versões das testemunhas” (Instagram/Reprodução)

O secretário de Segurança do Estado do Rio de Janeiro, general Richard Nunes, anunciou neste sábado que a Delegacia de Homicídios vai realizar nos primeiros dias de maio uma reconstituição do atentado que resultou nas mortes da vereadora Marielle Franco e de seu motorista Anderson Gomes em março.

Segundo o secretário, o dia da reconstituição ainda será definido, uma vez que a simulação é complexa e dependerá de uma data com as mesmas circunstâncias da verificada no dia do assassinato. “Não poderemos trabalhar em uma data com condições [climáticas] diferentes da do dia do atentado”. A avaliação do secretário é de que a reprodução ajudará “na compreensão da dinâmica do crime e a confrontar as diferentes versões das testemunhas”, o que levará a uma visão mais completa do fato e contribuir com as investigações. Veja

Compartilhe:
Posted in Noticias and tagged .

Deixe uma resposta