Polícia prende segunda suspeita envolvida na morte de professor

A polícia prendeu na sexta-feira (4), a segunda mulher suspeita de envolvimento na morte do professor José Adriano Giorgi da Universidade Federal do Pará em Altamira, Sudeste do estado. Segundo a polícia mulher identificada como Denise Caetano dos Santos, 20 anos, seria uma ex aluna da vítima e teve a prisão temporária decretada pela justiça.

Além da suspeita a polícia já tinha prendido Andria Rufino Mendes de 18 anos, no dia 28 de abril. As duas mulheres estão presas na seccional de Altamira. O corpo do professor da UFPA foi localizado a cerca de 20 km da cidade, próximo a uma vicinal conhecida como Estrada da Princesa do Xingu. O professor teria sido atingido com um tiro na cabeça. Ele teve as mãos amarradas e o corpo carbonizado.

Adriano era doutor, pesquisador e professor da Faculdade de Ciências Biológicas da UFPA há 7 anos. Segundo as investigações o próximo passo será a reconstituição do crime para esclarecer as circunstancias e a motivação que levaram ao assassinato do professor.G1

Compartilhe:
Posted in Noticias and tagged .

Deixe uma resposta