Adolescente apreendido por latrocínio é encontrado morto

Foi encontrado morto em sua cela na Unidade Educacional de Internação do Pantanal (UNEI), em Corumbá, o jovem de 18 anos apreendido por envolvimento no latrocínio do empresário Ronaldo dos Santos Batista, de 38 anos, encontrado morto no fundo da piscina de sua casa, em Anastácio, dia 19 de junho de 2017.

O corpo do jovem foi localizado pelos agentes nesta segunda-feira (7) na porta do alojamento da unidade. Ele foi encontrado enforcado e com uma toalha de banho. De acordo com informações do site Diário Corumbaense, o adolescente cumpria medida socioeducativa de internação há 10 meses.

Equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada para se deslocar até a Unidade Educacional de Internação. No local, os bombeiros constataram que a vítima já estava sem sinais vitais e acionaram a Perícia da Polícia Civil. A suspeita é de que o interno tenha cometido suicídio.

A Sejusp informou que o rapaz recebia acompanhamento de um médico do CAPS Saúde Mental II, pois apresentava quadro alucinatório. Ele fazia uso de medicamentos controlados desde a sua entrada na unidade.

A família mora em Aquidauana e acompanhava o processo de ressocialização do interno.

O LATROCÍNIO

Dono do restaurante Estação Pantaneira, Ronaldo foi encontrado no fundo da piscina de sua residência com os pés e mãos amarradas por um fio de nylon e ainda um vaso preso as costas, para impedir que corpo boiasse. Após ser apreendido, o adolescente confessou estar envolvido no latrocínio.

O crime foi descoberto quando o alarme da casa do empresário disparou e um funcionário da empresa responsável pela segurança foi até o endereço. Chegando na casa, ele percebeu que a porta da frente estava aberta e acionou a Polícia Militar, que logo encontro o corpo. Midiamax

Compartilhe:
Posted in Noticias and tagged .

Deixe uma resposta