Falta de segurança agrava-se na Capital com nova onda de assaltos

O assassinato do pedreiro é um retrato da insegurança em Campo Grande – Foto: Valdenir Rezende / Correio do Estado

A falta de segurança agravou-se nos últimos dias em Campo Grande, com uma nova onda de assaltos e até roubo seguido de morte. Sem uma ação preventiva eficiente e também com um trabalho repressivo insatisfatório, bandidos estão agindo livremente na cidade, fazendo vítimas em casas, nas ruas e mesmo em estabelecimentos comerciais.

Segundo dados estatísticos on-line da própria Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), de 1º de janeiro deste ano até ontem, foram registradas na Capital 2.310 ocorrências de roubo. Em Mato Grosso do Sul, os números também são expressivos no mesmo período, chegando a 3.650 ocorrências.

Somente nos nove dias do mês de maio, por exemplo, a polícia já acumula 141 registros de roubos em Campo Grande e 234 em todo o Estado. A Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) – que teoricamente está envolvida na investigação – e a Sejusp ainda não se manifestaram sobre a gravidade do problema. Correio do Estado

Compartilhe:
Posted in Noticias and tagged .

Deixe uma resposta