Mulher é presa em porta-malas por 3h e deixada amarrada em matagal no lixão

lixao5.jpg

Vítima não sabe quem foram os agressores mas suspeita de retaliação

Uma mulher de 41 anos foi sequestrada por um grupo de 3 indivíduos não identificados na manhã deste sábado (1º). Segundo Boletim de Ocorrência registrado na DEPAC Piratininga, a mulher seguia a pé no bairro Coronel Antonino para a casa de sua mãe quando foi abordada pelos indivíduos que a colocaram no porta-malas de um carro não identificado.

Segundo a vítima, ela teria sido presa no porta-malas do carro em movimento por cerca de 3 horas até ser deixada amarrada em um matagal próximo ao lixão. Ainda segundo ela, foi deixada no local amarrada com capuz na cabeça e em determinado momento foi obrigada a ficar de joelhos.

A mulher afirma no Boletim de Ocorrência que sofreu ameaças quando um indivíduo disse: “O … vai pagar pagar um por um dos parças que colocou na cadeia. Vamos esquartejar seu filhos para mostrar que não estamos de brincadeira” ,se referindo ao marido da vítima, que também foi vítima de um sequestro em 2017.

A vítima informou que antes de deixá-la no local, foi agredida fisicamente no olho direito e que foram subtraídos seu celular, carregador, bermuda, camiseta e cartão. A mulher não sabia dizer se os suspeitos estavam armados mas diz que “sentiu algo frio em suas costas”, sendo possivelmente uma arma de fogo. Após um tempo no matagal conseguiu se desamarrar, pegou uma carona com um caminhoneiro e foi para a casa de sua mãe. Midiamax

Compartilhe:
Posted in Noticias and tagged .

Deixe uma resposta