Cassilândia: Adeus, Bruna Ravel!

A morte de Brasilínio Ferreira Lemes, a Bruna Ravel: vítima de preconceito, um ser humano decente, honesto e digno de confiança. Igual a poucos.

A sua vida serviu como um tapa na cara da hipocrisia e da dissimulação, pois Bruna Ravel sempre teve a coragem de dizer a que veio e viveu com dignidade, enquanto tantos hipócritas a condenavam.

Com certeza veio ao mundo para nos deixar importantes lições de vida. A principal: caráter não é medido pela aparência, mas por atitudes firmes, corajosas e justas.

Adeus, Brasilínio! Adeus, Bruna Ravel!

CORINO DE ALVARENGA

Homossexual assumido e pessoa digna de confiança, Brasilínio ou Bruna Ravel mostrou ao longo de sua vida que aparência é muito pequena diante do caráter

Compartilhe:
Posted in Noticias and tagged .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *