Estudante de 20 anos é morta durante briga em festa

Caso está sendo investigado pela equipe da Depac Piratininga (Foto: Marcos Maluf)

Segundo amigo da família, Luana Farias de Oliveira, 20 anos, teria sido atingida por engano na briga

A briga teria ocorrido por volta das 2h no centro localizado na Rua Elesbão Murtinho. A Polícia Militar havia sido chamada por conta do barulho da festa e da confusão, porém, quando chegou, o evento já havia sido encerrado.

A mesma equipe foi acionada para ir para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) no bairro Universitário onde uma pessoa ferida durante a festa estaria sendo atendida.

No boletim de ocorrência consta que o marido, identificado como David disse que estava na festa com Luana quando começou a briga. Na confusão, ela disse que estava ferida e desmaiou. No posto, a jovem morreu por volta das 2h50.

Um amigo da família, que não quis se identificar, disse que eles estavam indo embora da festa quando a briga começou. Os ferimentos teriam sido causados quando o suspeito, munido de garrafa cortada, tinha acabado de tentar golpear outra pessoa e atingiu Luana por acidente. A jovem estudava Direito e trabalhava como atendente de farmácia, segundo o rapaz.

O pai da garota, Daniel Fernandes de Oliveira, disse que estava em Jaraguari quando foi avisado do ocorrido e, quando chegou à unidade de saúde, a filha já tinha morrido.

A polícia informou que já tem informações sobre a identidade do suspeito, que está sendo procurado. O corpo da jovem será velado na Pax Real e ainda não há horário previsto para sepultamento.

A acadêmica de Direito Luana Farias de Oliveira, 20 anos, morreu na madrugada de hoje, durante briga ocorrida dentro do centro comunitário do bairro Universitário. A jovem teria sido morta por engano, ferida com cortes de garrafa no pescoço, rosto e braços. A polícia já tem suspeito.

briga teria ocorrido por volta das 2h no centro localizado na Rua Elesbão Murtinho. A Polícia Militar havia sido chamada por conta do barulho da festa e da confusão, porém, quando chegou, o evento já havia sido encerrado.

A mesma equipe foi acionada para ir para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) no bairro Universitário onde uma pessoa ferida durante a festa estaria sendo atendida.

No boletim de ocorrência consta que o marido, identificado como David disse que estava na festa com Luana quando começou a briga. Na confusão, ela disse que estava ferida e desmaiou. No posto, a jovem morreu por volta das 2h50.

Um amigo da família, que não quis se identificar, disse que eles estavam indo embora da festa quando a briga começou. Os ferimentos teriam sido causados quando o suspeito, munido de garrafa cortada, tinha acabado de tentar golpear outra pessoa e atingiu Luana por acidente. A jovem estudava Direito e trabalhava como atendente de farmácia, segundo o rapaz.

O pai da garota, Daniel Fernandes de Oliveira, disse que estava em Jaraguari quando foi avisado do ocorrido e, quando chegou à unidade de saúde, a filha já tinha morrido.

A polícia informou que já tem informações sobre a identidade do suspeito, que está sendo procurado. O corpo da jovem será velado na Pax Real e ainda não há horário previsto para sepultamento. Campo Grande News

Compartilhe:
Posted in Noticias and tagged .

Deixe uma resposta